quinta-feira, 8 de janeiro de 2009






"A importância de uma pessoa não se constata quando estamos com ela, mas sim quando sentimos a sua falta."
É que ainda eu não sei explicar. E também não deveria sentir, mas não consigo entender. É mais forte que eu. Talvez tenha sido a maneira abrupta, sem mais nem menos, de uma vez, um "Chega, cansei".
Não poder te ver é o que mais machuca, é o que não entendo. Mas ninguém é obrigado a nada. E, por enquanto, EU me dou o direito de sentir sua falta, que faz tanta falta...

3 comentários:

Paz... disse...

Saudade é foda!

mas isso me fez lembrar uma musica do Renato Russo... 'e mesmo sem te ver acho até que estou indo bem, só apareço por assim dizer, qdo convem aparecer ou qdo quero'.

tenta aí, as vezes te faz bem!

Jéssica disse...

Saudade é um pouco como fome.


É tipo inevitável sentir, por mais força que se faça.


;*

Gaby Almeida disse...

Saudade... é boa quando a gente sabe q é só por um tempo... mas qndo a gente sabe q não vai mais ver a pessoa, q não vai passar... doe pra caral...

obg pela visita no blog...

xeru...