domingo, 11 de janeiro de 2009

Assombração!

Desde que me conheço por gente eu sinto medo.

Meu primeiro contato e lembrança mais forte do medo foi em uma noite que senti a primeira dor de cabeça forte da minha vida e minha mãe não estava em casa. A moça que tomava conta da gente não soube o que fazer para me acalmar. Eu chorava, e não era de dor, era medo de que a dor nunca mais passasse.
Depois que eu me tornei adolescente virei um a valentona de meia figa. Todo mundo sabia que eu era medrosa. Mas lá ia eu, desafiar. Se todo mundo falava que não podia, ah, eu queria!
Foram as bebedeiras fora de época, as viagens escondidas, as bagunças com os meninos. Eu vivia com eles, e minha mae detestava, achava que era o sexo, mas nada, eu era virgem ainda. Queria era farrear como eles, jogar sinuca, beber até adormecer os lábios, cabular as aulas pra ir treinar no Ibirapuera.
Eu desafiava, primeira vez que pilotei uma moto, disse para o meu amigo que ja sabia. Na primeira lombada tomei um tombo feio, mas aprendi a pilotar.

Mas eu ainda sou medrosa. Mesmo adorando o perigo, eu sou medrosa.
Tenho medo de assalto, tenho medo de perder pra sempre as pessoas que gosto, tenho medo do jeito que estão criando as crianças de hoje, das guerras por nada, de um dia o verão acabar, de o mar secar, medo de sofrer, medo de decepcionar as pessoas, medo de não conseguir amar como já amei, medo de ficar sem sexo, sem café, sem chocolate.

Mas dizem que a vida é pra ser vivida né? Então? Onde está o meu pára-quedas?

3 comentários:

Gaby Almeida disse...

Medo... acredito que todos temos, ninguem é tão corajoso que nunca tenha sentido medo... certo, o importante é não deixar o medo tomar conta da gente, pq ai a gente deixa de viver...

.Intense. disse...

Pára-quem? quem vc tá tentando parar? pra quê? por quê? mexe com isso não.

Se joga. Sérião mesmo.
E esse conselho vale pra mim tb.
Mas como diz vc 'vive, mas vive com calma'.rs

Adorei seu email.rs
Bjooooooo, menina coffee do meu coração.

Better MAN disse...

medo de ficar sem conexão, sem webcam, sem blog.