quarta-feira, 3 de junho de 2009

Música!

Eu não tenho paciência para televisão, muito menos para a Rede Globo. Mas eu gosto de música, acho q já falei aqui!

E domingo eu vi um anúncio sobre um especial sobre com o Roberto Carlos. E eu quis assistir. Estava terminando o banho quando me lembraram que ia passar. E eu assisti. Foi emocionante demais, lindo, ver as moças cantando os sons.

Roberto Carlos me lembra momentos especiais na minha vida. Aquelas manhãs de domingo, que em casa eram cheios alegria, almoço com a casa cheia, o disco (sim, o LP rolando na vitrola). Saudade!!

Ana Carolina mandou bem demais cantando Força Estranha, mas me arrepiei, me emocionei, com a interpretação de Marília Pêra!


120...150...200 Km Por Hora
Roberto Carlos
Composição: Roberto Carlos / Erasmo Carlos

As coisas estão passando mais depressa
O ponteiro marca 120
O tempo diminui
As árvores passam como vultos
A vida passa, o tempo passa
Estou a 130
As imagens se confundem
Estou fugindo de mim mesmo
Fugindo do passado, do meu mundo assombrado
De tristeza, de incerteza
Estou a 140
Fugindo de você
Eu vou voando pela vida sem querer chegar
Nada vai mudar meu rumo nem me fazer voltar
Vivo, fugindo, sem destino algum
Sigo caminhos que me levam a lugar nenhum

O ponteiro marca 150
Tudo passa ainda mais depressa
O amor, a felicidade
O vento afasta uma lágrima
Que começa a rolar no meu rosto
Estou a 160
Vou acender os faróis, já é noite
Agora são as luzes que passam por mim
Sinto um vazio imenso
Estou só na escuridão
A 180
Estou fugindo de você

Eu vou sem saber pra onde nem quando vou parar
Não, não deixo marcas no caminho pra não saber voltar
Às vezes sinto que o mundo se esqueceu de mim
Não, não sei por quanto tempo ainda eu vou viver assim

O ponteiro agora marca 190
Por um momento tive a sensação
De ver você a meu lado
O banco está vazio
Estou só a 200 por hora
Vou parar de pensar em você
Pra prestar atenção na estrada

Vou sem saber pra onde nem quando vou parar
Não, não deixo marcas no caminho pra não saber voltar
Às vezes, às vezes sinto que o mundo se esqueceu de mim
Não, não sei por quanto tempo ainda eu vou viver assim

Eu vou, vou voando pela vida
Sem querer chegar

8 comentários:

Gaby Almeida disse...

Eu queria ter visto, mas como não tenho costume de ver a globo esqueci geral...

Romanaaa disse...

Eu vii..
:)

Gostei do seu blog!!
Da uma passadinha no meu..tem um post sobre Roberto tbm!!

Beeijo
:*

.Intense. disse...

engraçado que a gente tava na net falando que vc devia estar vendo...

=p


[velinha, huahuahuahuah =p]

.Intense. disse...

opa.
era velhinha. velhinha, veLHInha.

=p

O Especialista disse...

...é a globo fica devendo geralmente, mas a iniciativa tava realmente muito boa...adorei!

Att,

O Especialista

candy disse...

Acredita que eu me lembrei de vc e de um post que vc falava sobre RC e eu dizia que nao era mto chegada?
Pois é, lembrei.
E interessante foi perceber que eu conheço um milhão de músicas dele e canto quase todas (é só pq nao gosto da voz dele, mas qnd tem outra pessoa cantando, eu me solto e canto tudinho, afinadaaa que só eu...).

E realmente foi lindo.
Não gosto dele, mas confesso.
hihi ^^

:*

Vanessa M. disse...

Roberto me lembra...

"se chorei ou se sofri, o importante é que emoções eu vivi."

sim, sim...bem clichê, mas não deixa de ser tocante.
*.*

[ rod ] disse...

Roberto me faz lembrar minha mãe e as noites de natal... vi e consegui o áudio deste show... alcione e ivete cantando os seus botões... perfeitas.

Bjs moça,





Novo dogMa:
históRias...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/