quarta-feira, 13 de maio de 2009

Bom dia

A lembrança do beijo molhado e frio
aguçou sentidos que me fez transpor até sua cama, por entre seus braços.

Meu corpo quente, ainda coberto, embalado pelo sono reconfortante da
noite de cansaço quase pecaminoso.

Era daquele modo que eu voltava ao
mundo real, onde toda a rotina se escancarava, entediante.

Nem me dei
conta de quanto tempo se passou naquele instante, foi tão breve, mas marcante, como
se mil séculos vividos.

E de outro corte se refez a cicatriz, que seca a
ferida. Um choro contido, lágrima reprimida.


Acordei...

3 comentários:

Gaby Almeida disse...

legal..

[ rod ] disse...

Lembranças de momentos.... de beijos que são e se foram.




Novo dogMa:
númeRo...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Dri Viaro disse...

Oi, estou passando pra conhecer seu blog, bjs otimo fds

aguardo sua visita :)