sexta-feira, 14 de março de 2008

Acredito no amor
Sem contratos e convenções
Acredito no amorcom desvios e contradições
Como uma pluma ao vento um impulso violento
Algo que ninguém
Consegue nem bem explicar
Acredito no amor
Nem que seja apenas uma noite de amor
Ouvir e repetir
Dia e Noite sem parar
Um cinto salva-vidas
Pra solidão não te afundar
Da boca pra fora tudo pode te engolir
Mas não estou louco!
Eu sinto, eu vivo, estou aqui!
Acredito no amor
Nem que seja apenas uma noite de amor
De olhos bem fechados
Como parte de uma dança
São notas musicais
Um sentimento que avança
É um aprendizado que ninguém jamais alcança
É cumplicidade, muito mais que uma aliança
Acredito no amor
Nem que seja apenas uma noite de amor
Seja como for eu acredito no amor

3 comentários:

A Tia disse...

Olá, Café
Antes de tudo, obrigada pela visita. Você será sempre bem-vinda. Sobre o post, só posso te dizer que compartilho a mesma "crença" que você. Principamente na parte que faz analogia com a música. Lindo texto.

Heber disse...

Lindo texto.
E eu acreditoo, too!
=**

P.s. caí aqui por acaso. Mt bosn textos!

Osimar Medeiros disse...

Nasi sempre foi um fodástico.

Cheirinho em você.