quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Pequeno Manual de sobrevivência na selva!

Senhores usuários( detesto esse termo!)do metrô SP, prestem atenção PORRA!!!

*Não precisa empurrar para entrar, se você não cabe lá naquele quadradinho, espere o próximo trem, três minutos não farão a menos diferença no seu atraso!
*Não se faça de alavanca para entrar. Filho da puta que se acha o fortão e segura no ferro, coloca os pés e empurra todo mundo, alavancando, como se fossemos um monte de coisa. Sabia q mulher tem peito? E sabia que eles ficam doloridos em determinadas datas? E sabia que eles doem se tocados com força, por desconhecidos, num momento indesejado?
*Custa sair da porta? O desgramado entra na primeira estação, o trem vazio, e fica lá, plantado, sendo que só vai descer na última. E os demais desgramados que entram nas outras, fazem fila!
*Gente, que que custa tomar um banho e jogar um perfuminho antes de sair de casa e encostar aquele braço cheio de pêlos nas outras pessoas?
*Vagão lotado, calor, gente apertada e o cara ainda consegue pensar em sexo! Ta bom que sexo é bom demais, mas haja fantafia!! E o pior, descaradamente ele finge q não está encostando em vc de propósito!! Com tanto homem no vagão, ele pára bem atrás de uma bundinha gostosa!
* Nem em 500 anos vou entender a pressa do povo para descer na Estação Sé. Gente, ali o tempo de abertura das portas é prolongado. NÃO PRECISA EMPURRAR!!!

Isso é só o prefácio do manual de sobrevivência, aceito sugestão de situações para serem publicadas!

2 comentários:

Dona Laura disse...

MEEEEEEEEEEEEU, eu sei como ééé, lembro que em Janeiro eu tava em Sp com meu primo (bixa, pensa uma bixa no metro lotado, que beleza!) aí, os otários aqui da roça não calcularam o horário de rush, fomos bater perna na luz, depois fomos pra liberdade, aí comemos que nem dois porcos na engorda, batemos mais pernas, deu umas 5 resolvemos ir embora, só que o tal de turista, não tem que trabalhar msm então nem se preocupa com a hora, aí chegamo na sé... quem disse que tinha jeito de entrar no metrô? p.s: empanturrados de comida e tava um calor daquele, juro, contamos, foram 14 metrôs sem chance, eu vim no 10º e ele no 14º ¬¬ cada um em um metro hauahuahuaha
senão não voltavamos pro hotel, o povo fedido é inerente, é foda, mas até que não encontrei os aproveitadores, afinal, fiquei com a bunda esmagada contra a porta, tinha nem como hahaha!

Rafael disse...

Ah, os paulistanos... Sugiro algumas dicas de como se portar nas filas dos restaurantes self service. Tipo: tem gente precisando almoçar depressa atrás de você, deixe para conversar com seu amigo quando sentar à mesa, sirva-se logo. Ou ainda: por favor, não espirre em cima do buffet, não é higiênico.
Adorei o texto!